Gerentes do Banco do Brasil acusados de desvio milionário viram réus 

Dois gerente do Banco do Brasil, acusados de envolvimentos em um esquema criminoso que desviou R$ 59 milhões da instituição, se tornaram réus no processo após a Justiça do Ceará aceitar a denúncia do Ministério Público.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Os servidores das agências de General Sampaio e Tejuçuoca, Pedro Eugênio Leite Araújo e Celso Luiz Grillo de Lucca, estão presos desde o dia 29 de agosto, acusados de integrarem um esquema criminoso interestadual (São Paulo e Minas Gerais).Os dois gerentes do banco e um terceiro homem, de Contagem, Minas Gerais, foram denunciados por associação criminosa e fraude.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

De acordo com a denúncia, foram desviados da instituição, a partir da agência de General Sampaio, o montante de R$ 59 milhões. Além dos três homens detidos no Ceará, outras três pessoas foram presas em 23 de agosto, em São José do Rio Preto, em São Paulo, enquanto realizavam operações financeiras.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Um dos capturados havia recebido R$ 59.998.765 em sua conta.O Banco do Brasil informou, por meio de nota, que “apura o caso, seguindo os trâmites previstos em seu processo de gestão disciplinar”.DefesaO advogado Waldir Xavier, que representa Pedro Eugênio, defende que o cliente foi vítima de extorsão e de sequestro e aguarda citação oficial para rebater as acusações.

O advogado Hélio Leitão, responsável pela defesa de Celso Luiz, informou que ainda não recebeu a denúncia e, por isso, não poderia se pronunciar, afirmando apenas a inocência do cliente.

via Ceará Agora

Comentarios

Comente