A diversidade de áreas comerciais promovem a dinâmica de um dos principais centros econômicos do Nordeste

Com um PIB que ultrapassa os 4,1 bilhões de reais, Juazeiro do Norte se destaca no cenário nacional na contra mão da recessão vivida nos grandes centros.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Juazeiro do Norte é o terceiro município do Ceará que mais cresce economicamente, detentora de um potencial de consumo que representa um crescimento de 12,5%, no último ano, tendo a frente os setores comércio e serviços como os principais impulsionadores da economia do município.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

A medida que a cidade foi crescendo empresários e visionários foram identificando novas possibilidades de comércio, além do tradicional Centro da cidade. Atualmente o comércio está distribuído em cinco regiões comerciais segmentadas em mercados populares, serviços, atacarejo e luxo, alguns com destaque pelo aglomerado de empresas que recebe.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Centralidades comerciais
O centro comercial tradicional – o primeiro aglomerado comercial, é onde está concentrado empreendimentos lojistas, instituições financeiras e escolas, também detém pontos turísticos que atraem milhares de romeiros todo ano como a Igreja do Socorro, a Igreja da Matriz, o Memorial Padre Cícero e a casa onde o Padre viveu seus últimos anos.

Bairro Pirajá – tem caráter mais populoso, com uma dinâmica de abertura aos domingos, ruas mais largas e uma variedade de produtos vendidos. O crescimento da cidade promoveu o aparecimento de centralidades de mercadoS distintos.

Bairro Triângulo – Devido o Cariri Garden Shopping o bairro absorveu atividades comerciais e de serviços no seu entorno. Hoje é considerado o centro econômico do município diante da presença de agências bancárias, prédios exclusivamente comerciais com escritórios dos mais variados segmentos, e agora a presença do Hotel Ibis. Além disso ESTÁ presente o Hospital Regional do Cariri, clínicas médicas especializadas e instituições de ensino superior, como a URCA e a FATEC.

Bairro Lagoa Seca – O impulso desta centralidade se deu pela implantação de serviços educacionais por meio do primeiro curso privado de medicina do Ceará. Assim tem-se o fortalecimento de um polo gastronômico, além disso esta esfera de desenvolvimento promoveu um crescimento imobiliário na área e a presença dos principais hotéis da cidade, o que promove novas formas de negócios como a presença do La Plaza Mall.
Rodovia Padre Cícero (CE-292) – a segmentação do chamado atacarejo conta com a presença de empreendimentos dos mais variados tamanhos como Atacadão, Assai, Laredo, Corbã, Maxx Atacado e Carajás, além de Centros de distribuição como Zenir Móveis e Macavi, e ainda concessionárias de veículos.

Ano a ano é observado que o fluxo comercial da cidade do Padre Cícero é o mais heterogêneo possível, onde é possível comprar de artigos religiosos a imóveis de luxo, passando pelo turismo de experiência no Geoparque Araripe E O CONSUMO DE pratos regionais nos mais variados restaurantes da cidade. Os números, as atividades e os investimentos são notórios no cotidiano municipal que já tem intrínseca características regionais, que com esta diversidade varejista é possível ver o surgimento de uma variedade de ambientes de negócios. Todas estas atividades demonstram o porque o setor é responsável pela geração do maior número de emprego e renda em Juazeiro do Norte, e a CDL se coloca como a entidade integradora das melhores práticas de fortalecimento do segmento. “Nosso município possui grande importância na economia não só do Ceará, mas também do Nordeste e o comércio é o carro chefe. Como voz dos representante do varejo, nosso compromisso enquanto CDL é ajudar no fortalecimento do segmento e promover as melhores ferramentas para que o empresário possa se fortalecer ainda mais no mercado”, destacou a presidente Zenilda de Sena.

Fonte: Pesquisador em Planejamento e Dinâmicas Territoriais, Douglas Feitosa

Comentarios

Comente