Justiça aceita três denúncias do MPCE contra investigados na operação Casa de Palha

A Justiça do Ceará aceitou nesta terça-feira (2) três denúncias apresentadas pelo Ministério Público Estadual do Ceará (MPCE) contra sete pessoas investigadas na operação Casa de Palha. A denúncia foi recebida pela 3ª Vara da Comarca de Quixadá.

A Polícia Civil deu início à Operação Casa de Palha no dia 24 de abril deste ano, para investigar a existência de crimes de fraude em licitações, dentre outros ilícitos, na Prefeitura e na Câmara Municipal de Quixadá. Na primeira denúncia, o vereador, o presidente da Câmera Municipal de Quixadá, uma funcionária-fantasma da Câmara, o chefe de gabinete do legislativo municipal e o sócio de uma Construtora viraram réus por crimes de peculato, desvio de dinheiro, lavagem e falsidade ideológica.

----- PUBLICIDADE -----
----- FIM DA PUBLICIDADE -----

As denúncias do MPCE incluem áudios de ligações telefônicas entre os apontados. O Ministério solicitou o levantamento do sigilo dos autos, e informou que a análise do material apreendido ainda está em andamento e que outras denúncias poderão ser oferecidas em breve.

via Ceará Agora

----- PUBLICIDADE -----
----- FIM DA PUBLICIDADE -----

Comente