Falta até papel na Educação do Crato, revelam denúncias

0

Os estudantes do ensino infantil e fundamental I da cidade do Crato carecem de material básico para a educação, revela o vereador Amadeu de Freitas. A fala ocorreu durante os requerimentos verbais na sessão dessa segunda-feira, 13, enquanto se debatia a importância do setor para a população. Amadeu destacou a carência de materiais essenciais como lápis de cor, tesoura, material pedagógico, papel e por vezes, os professores têm que comprar material para ministrar as aulas.

O orçamento anual do município para a pasta chega a R$75 milhões, conforme pronunciamento do parlamentar. Ele sugere que o investimento de R$200 mil reais poderia resolver o problema que afeta as crianças. Ainda segundo o vereador, a demanda apresentada por ele vem dos próprios professores que atuam nessas salas de aula “Se você falar com um desses professores, verá a angustia desses profissionais que muitas vezes tiram do próprio bolso para dar uma aula como se deve”, revela.

A informação é que a situação já se arrasta há muito tempo, desde gestões anteriores, mas para o parlamentar é preciso superar essa realidade que envolve desde a questão dos materiais até a questão estrutural das próprias escolas do município. Ele explica que é preciso que as escolas sejam equipadas com computadores e laboratórios, mas que é preciso fortalecer o básico. “Eu espero que essa gestão supere isso”, disse.

A secretária de educação do município, Germana Brito, disse que reconhece a necessidade do material para a boa prática das aulas. Ela revelou que o recurso referente ao Programa Dinheiro Direto da Escola (PDDE) chega as unidades e deve resolver em parte o problema. A outra parte deve ser custeada pelo município. Já sobre as estruturas das unidades, a secretária garante que a gestão está executando reformas em 32 unidades no município.             

    (Site Badalo)

----- PUBLICIDADE -----
----- FIM DA PUBLICIDADE -----
Share.

Comente

%d blogueiros gostam disto: