Cidades do Cariri devem parar pela Educação; cortes podem chegar à 45%

Na próxima quarta-feira, dia 15, diversas cidades do Cariri devem parar suas atividades no serviço público de forma simultânea em protesto contra os cortes de verba na Educação estabelecido pelo Governo Federal. A manifestação ocorrerá em Altaneira, Barbalha, Brejo Santo, Campos Sales, Caririaçu, Crato, Farias Brito Jardim, Juazeiro do Norte, Missão Velha e em diversos outros municípios da região e do Brasil, como forma de demonstrar a insatisfação com a medida.

No “Dia Nacional de Paralisação em Defesa da Educação” cada cidade deve realizar um ato específico chamado por sindicatos ligados à educação e serviços públicos. Em Juazeiro do Norte, a manifestação marca a abertura da greve geral dos servidores municipais aprovada em assembleia por diversas categorias do município. O ato está previsto para às 8 horas da manhã, com concentração ao lado da CREDE 19 e caminhada até o Centro da cidade.

----- PUBLICIDADE -----
----- FIM DA PUBLICIDADE -----

Já na cidade do Crato, a concentração está prevista para às 7 horas e 30 minutos na Praça da Sé. O protesto envolve ainda a pauta sobre a reforma da Previdência que tramita no Congresso Nacional. Representantes das entidades que chamam os atos destacam que todas as iniciativas da atual gestão, só prejudicam a classe trabalhadora e os mais pobres.

Em Barbalha, a manifestação ocorrerá na Praça Engenheiro Dória (Praça da Estação), todos com panfletagem, tribuna aberta ao público, caminhada e coleta de assinatura dos participantes e membros da população que dizem não aos cortes de até 45% na educação e aperto nas regras para aposentadoria. No caso da educação, a medida afeta desde estudantes do ensino fundamental até o superior comprometendo a distribuição de livro didático e merenda escolar.         

     (Por Adriano Duarte – Site Badalo)

Cariri como eu vejo Bala Acidente miséria sitemiseria Noticias juazeiro badalo blogo do gesso blog do gesso crato regional g1 R7

Comente