MP vai apurar responsabilidades de enchentes no Crato

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) vai apurar as responsabilidades sobre a enchente ocorrida na cidade do Crato. A ação é desenvolvida pela Promotoria de Justiça, através do responsável pelo meio ambiente, Thiago Marques Vieira. A iniciativa deve levantar as circunstâncias que provocou a enchente do canal do Rio Granjeiro, que resultou em uma morte, desabrigados e prejuízos.

----- PUBLICIDADE -----
----- FIM DA PUBLICIDADE -----

De acordo com o promotor de Justiça Thiago Marques, duas ações estão diretamente ligados ao Ministério Público. Ele revela que o órgão já vinha abordando o tema tanto na questão ambiental, já que o Rio Granjeiro foi canalizado, quando na questão do saneamento básico da cidade.  Com isso, um processo será aberto para deliberar sobre as questões que possibilitam o transbordo do rio.

Órgãos e entidades que desenvolvam ações ambientais ou estruturais que afetam o fluxo do rio serão ouvidos e a partir dessas audições, o MP decidirá por um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) ou se irá ingressar com uma ação na justiça cobrando as devidas responsabilidades.

(Site Badalo)

----- PUBLICIDADE -----
----- FIM DA PUBLICIDADE -----

Comente