Chuva deixa estrada da Cascata do Crato destruída

0

Após uma chuva de 120 milímetros na última segunda-feira, 18, na cidade do Crato, a população ainda sente as consequências e os transtornos que a água causou. No Sítio São João, logo depois do bairro Lameiro, nos arredores da Cascata do Crato, ponto turístico do município, os moradores enfrentam dificuldades para saírem de suas casas, pois a Avenida José Ribeiro de Andrade, estrada de acesso ao local, encontra-se com vários buracos, pedras arrastadas pela chuva e lama.
Lúcia Callou, moradora do local, relata que os veículos só conseguem chegar até um pouco antes da Cascata, “nós estamos com uma estrada totalmente interditada. Muito buraco, muita lama”, diz.

Ela ainda aponta ainda o problema com o lixo jogado no leito do rio, que em períodos de chuva, fica acumulado nas casas da parte baixa da ladeira. “Na casa da minha sogra [localizada pouco antes da Cascata]passa o rio na porta e entrou muito lixo, a propriedade é privada, mas o lixo veio da rua”. Lúcia conta que a correnteza trouxe até um cachorro morto ao local.

A moradora afirma que vivem “esta situação de precariedade todo ano”. Segundo ela, na época do verão são os próprios moradores quem pagam os concertos dos buracos feitos no inverno. “Essa estrada consta em Brasília como uma BR asfaltada, o que nunca foi verdadeiro. Sabemos de uma antiga verba que veio para pagamento desta estrada. Fala-se em 400 mil. Onde está o dinheiro?”, conta a moradora.

Lúcia diz que a Prefeitura Municipal prometeu enviar uma equipe de limpeza ao local, mas que até agora está só na promessa. Em nota, a administração do município afirma que está providenciando os reparos no local:
“A Prefeitura do Crato, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial e da Coordenação de Serviços Públicos, informa que em relação à estrada que dá acesso ao balneário da cascata, serão enviadas equipes técnicas para verificar a via in loco.

A Secretaria de Infraestrutura também estará encaminhando uma equipe até o local para fazer o levantamento do que precisa para realizar o serviço de recuperação daquela via.” 

  (Site Badalo)

----- PUBLICIDADE -----
----- FIM DA PUBLICIDADE -----
Share.

Comente

%d blogueiros gostam disto: