Câmaras secretas em tumba do faraó Tutancâmon não existem

Pesquisadores da Universidade Politécnica de Turim, na Itália, afirmaram que não foi encontrada nenhuma evidência sobre a existência da suposta câmara oculta entre as paredes do túmulo do menino-faraó Tutancâmon, informou neste domingo (6) o Ministério de Antiguidades do Egito.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Os especialistas acreditavam que a câmara secreta seria possivelmente a tumba da rainha perdida Nefertiti, morta em 1330 a.C e suposta madrasta de Tutancâmon.

Mesmo usando equipamentos de alto nível tecnológico, a equipe liderada pelo pesquisador italiano Francesco Porcelli não encontrou nenhuma “evidência conclusiva sobre a existência” do local de descanso final de Nefertiti.

“Os estudos mostraram que não existem câmaras, ou mesmo uma indicação de soleiras ou batentes de porta, o que contradiz a teoria anterior que havia indicado a existência de passagens ou câmaras adjacentes ou dentro da câmara do faraó Tutancâmon”, anunciou Mostafa Waziri, secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades, em comunicado.

Nefertiti foi esposa do faraó do Aménofis IV e foi muito conhecida por ter feito uma revolução religiosa, pois adorava um único deus, Áton. Ambos reinaram o período mais próspero do Antigo Egito.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Agência ANSA

Comentarios

Comente